sábado, 5 de março de 2016

Entrevista com o autor Manuel Amaro Mendonça-Site Divulga Escritor



 
De: SMC Divulga Escritor
Data: 5 de março de 2016 às 18:47
Assunto: Entrevista com o autor Manuel Amaro Mendonca
Para: 


 
Manuel Amaro Mendonça é licenciado em Engenharia de Sistemas Multimédia pelo Instituto Superior de Línguas e Administração de Gaia e trabalha como técnico especialista numa empresa de serviços informáticos com cobertura mundial. Nasceu em Portugal, na cidade de São Mamede de Infesta em Janeiro de 1965, é casado e reside no concelho de Matosinhos.
É o autor do livro “Terras de Xisto e Outras Histórias” publicado pela CreateSpace e distribuído pela Amazon.
Tem participações com contos de sua autoria em várias coletâneas:
“Luís e Isabel” selecionado para  “Quando o Amor é Cego” da Papel D’Arroz Editora
“Tudo por Amor” selecionado para a coletânea “A Bíblia dos Pecadores”, da Editora Suigeneris
“Prioridades” selecionado para a coletânea “Obsessões” da Editora Lua de Marfim
Foi agraciado com o terceiro prémio no 6º Concurso Literário Papel D’Arroz Editora com o conto “Tudo em Jogo” que será também incluído na coletânea "O Poder do Vicio" 
 
“Os eventos que esperam o leitor, naquela aldeia nas margens do rio Douro, sem dúvida que farão verter muitas “Lágrimas no Rio”.”
 
Boa Leitura!
 
Escritor Manuel Amaro Mendonça, é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que o motivou a ter gosto por contos?
Manuel Amaro - É um prazer e uma honra fazer parte deste projeto que traz visibilidade aos autores e escritores menos conhecidos e faz a homenagem aos livros e à palavra escrita, tantas vezes desprezados.
Os contos são histórias curtas mas cheias de intensidade.  Muitas vezes não é mais do que uma cena intensa de um romance; caímos diretamente sobre a ação sem ter que estar a contar todos os meandros que levaram o protagonista àquele ponto.  Tudo se passa muito depressa e, a maior parte das vezes, num curto espaço de tempo. São essas duas coisas que me dão muito prazer na sua escrita, a velocidade e a intensidade. Desde o inicio de 2015 já participei em diversas coletâneas onde os meus contos têm sido sempre selecionados.

Reacções:

0 comentários: