Debaixo dos Céus Os Mundos de Manuel Amaro Mendonça

domingo, 29 de janeiro de 2017

Boas vindas à revista SG Mag


Foi no passado dia 25 o lançamento de uma nova revista virtual dedicada às letras lusófonas em geral e às produções Sui Generis em particular.
Nas palavras do editor Isidro Sousa:

"Foi lançada uma nova revista literária em formato electrónico, com periodicidade trimestral, editada em Portugal, pela Sui Generis, porém, dedicada à literatura lusófona. A primeira edição já se encontra disponível na plataforma ISSUU. Os seus conteúdos abrangem entrevistas, reportagens, crónicas, artigos de opinião, biografias, textos de ficção, contos literários, poesia, livros e excertos de livros, entre outros assuntos, ao longo de 150 páginas."

Logo neste primeiro número, a mensagem de boas vindas de alguém que poderia ser considerada uma rival deste novo trabalho: Shirley Cavalcante da revista "Divulga Escritor".
Com uma camaradagem destas, revelam-se as personalidades de Isidro e de Shirley que funcionam no sentido de criar afetos e colaboração, em vez de rivalidades mesquinhas.





Também já trabalhei com a Shirley algumas vezes na "Divulga Escritor" (espero trabalhar muitas mais) e tive oportunidade sentir essa mesma vontade de colaborar e ajudar na divulgação das letras lusófonas.

 


Mas o dia hoje é do Isidro e da revista SG Mag.

Conheci o Isidro assim que me comecei a envolver nos meios literários, (que não foi assim há muito tempo) mas desde a nossa primeira conversa que deu para perceber a energia que emanava dele.



Fervilhava de vontade de fazer coisas e falou-me de alguns dos seus projetos. Posso dizer que ficamos imediatamente amigos e, algum tempo passado, ei-lo aqui com vários desses projetos concluídos, outros em curso e ainda a surpreender-me com novas "maravilhas".

O seu primeiro trabalho, A Bíblia dos Pecadores", reuniu paixões e ainda hoje recordo a minha primeira participação na apresentação de um livro com algo escrito por mim, como algo de mágico. De resto, o resultado foi tão bom, que há já uma sequela em produção.


A editora Sui Generis, parece-me a um ritmo excelente para muito em breve se tornar uma realidade e a quantidade de autores que se mantêm fieis às coletâneas organizadas, mostram que o seu trabalho está a ser apreciado.
 

 Mas de volta à SG Mag, não faltam os espaços dedicados aos escritores que colaboram com a Sui Generis e, claro, uma área especial dedicada ao "filho mais recente", o livro "Almas Feridas" da autora Suzete Fraga, que teve honras de primeira página e uma reportagem sobre o lançamento. São várias as páginas com fotografias de um dos dias mais felizes da minha amiga Suzete numa apresentação do seu livro, muito bem organizada e com uma afluência invejável.
Temos também as entrevistas, onde se dá voz aos autores, as áreas com trabalhos, como contos ou poesia, além da que é dedicada aos livros e que faz pequenas resenhas dos livros publicados pela editora.

Foi uma grande alegria para mim, ver o meu conto "Os Anjos Têm Olhos Azuis"  na revista e o excelente prefácio que o Isidro fez para o meu livro "Lágrimas no Rio" no meio de uma publicação que reuniu tantos autores. Muitos deles bons amigos e outros que, mesmo não os conhecendo bem, já os considero amigos, à força de ver os seus trabalhos. Senti-me muito honrado por fazer parte deste primeiro número ao lado de Carlos ArintoEverton MedeirosGuadalupe NavarroJonnata HenriqueMarcella Reis, Suzete FragaTeresa Morais, algumas das pessoas com quem tenho escrito e aprendido imenso, no meu ainda pequeno percurso literário.
Não posso deixar de referir a crónica de Isabel Martins, presença querida e incontornável nos eventos Sui Generis e que faz jus aos título do seu trabalho "Gosto de Ler". Pois parece que gosta mesmo e juntou-se a um mundo onde não falta o que ler: o mundo dos autores Sui Generis. 

Esta nova revista é a última das criações do Isidro Sousa, mas desenganem-se aqueles que acham que é a última, porque se acabaram as novidades, é apenas a última... para já.
Deliciem-se com SG Mag 






Antologia Anjos e Demónios - Texto selecionado







Boa tarde, Manuel Amaro Mendonça.

É com muito gosto que lhe comunico: o seu texto com o título

A CRIPTA

foi seleccionado para integrar «ANJOS & DEMÓNIOS», uma antologia de Contos Sobrenaturais que será publicada na Colecção Sui Generis com a chancela EuEdito.

Obrigado por ter participado neste grandioso projecto.

Seleccionámos textos de 25 Autores Lusófonos, cujos nomes encontram-se discriminados no ficheiro PDF que envio em anexo, para vosso conhecimento. Logo após concluir as comunicações por email aos Autores, esta informação será divulgada nas redes sociais e no blogue Sui Generis.

Neste momento, estamos a finalizar tarefas relacionadas com outros projectos literários, anteriores a «Anjos & Demónios». Logo que se concluam essas tarefas, que são prioritárias e visam um lançamento conjunto de várias antologias, em data que será brevemente anunciada, retomaremos os trabalhos relacionados com «Anjos & Demónios» e tornaremos a comunicar com os Autores, para darmos conta do ponto de situação sobre o andamento desta antologia.

Antes de concluir, informo que foi lançada pela Sui Generis, no dia 25 de Janeiro, uma revista literária intitulada SG MAG, em suporte electrónico e com distribuição gratuita. O principal objectivo desta revista é promover, junto de públicos mais alargados, todos os projectos, livros e Autores Sui Generis. A SG MAG é de todos nós... encontra-se ao vosso dispor. Ao contrário do que sucede noutras publicações congéneres, as participações / colaborações de Autores Sui Generis não terão qualquer cobrança monetária. Só serão cobradas páginas de publicidade, se as mesmas forem solicitadas. Desse modo, se desejar colaborar com algum texto... pode ser crónica, opinião, biografia, ficção (conto literário), poesia, excerto de livro, critica literária, etc... sinta-se à vontade. Se tiver livros editados e desejar divulgá-los, a SG MAG dispõe igualmente de espaço para esse efeito. Bastará, para tal, comunicar directamente comigo.

A SG MAG encontra-se disponível na plataforma ISSUU, no endereço indicado no fim deste email. Porém, deixo aqui o link directo para aceder à mesma:

https://issuu.com/sg.mag/docs/sg_mag_01_janeiro_2017

Informo ainda que temos a decorrer outros projectos colectivos: «Crimes Sem Rosto», uma antologia de Contos Policiais cujo prazo para recepção de textos será prorrogado até final de Fevereiro; e «Fúria de Viver», uma antologia que visa reunir textos em Prosa e Poesia, com tema livre, porém, subordinados ao lema Celebrar a Vida, para se possa fazer Um Hino à Vida através da literatura, cuja participação não implica qualquer obrigatoriedade de adquirir a obra finalizada. Deixo o convite para participar (também) nestes projectos literários, ou nalgum deles... no que mais lhe interessar – os respectivos Regulamentos estão disponíveis nos links que encontrará no fim deste email. (Se porventura já tem conhecimento e/ou submeteu participações para estes projectos, peço que ignore este parágrafo).

Por agora, envio-lhe um grande abraço.

E até breve!

Isidro Sousa
ANJOS & DEMÓNIOS
Organização e Coordenação

sábado, 28 de janeiro de 2017

Antologia "A Biblia dos Pecadores" "Os 3 testamentos" - texto seleccionado








SUI GENERIS
28/01


Boa tarde, Manuel Amaro Mendonça.

Nas semanas que antecederam o último Natal, interrompemos o processo de selecção de textos para o segundo volume de «A BÍBLIA DOS PECADORES», para dar prioridade a outras tarefas que deveriam ser concluídas na época natalina. Ultrapassada essa fase, retomámos este processo e comunicamos que o seu texto com o título

À VISTA DE DEUS


Manuel Amaro Mendonça

foi seleccionado para integrar a antologia «A BÍBLIA DOS PECADORES – OS TRÊS TESTAMENTOS», que será publicada na Colecção Sui Generis com a chancela da EuEdito.

Obrigado por ter participado neste grandioso projecto.

Seleccionámos textos, em prosa e poesia, de 35 Autores Lusófonos, cujos nomes encontram-se discriminados no ficheiro PDF que enviamos em anexo, para vosso conhecimento. Após concluir os contactos com os Autores, esta informação será divulgada nas redes sociais e no blogue Sui Generis.

Neste momento, estamos igualmente a finalizar tarefas de outros projectos literários que são anteriores ao segundo volume de «A Bíblia dos Pecadores», cujos trabalhos também foram interrompidos na época natalícia, pela mesma razão. Logo que se concluam essas tarefas, que são prioritárias e visam um lançamento conjunto de várias antologias, em data que será brevemente anunciada, retomaremos os trabalhos relacionados com «A Bíblia dos Pecadores» e tornaremos a comunicar com os Autores, para darmos conta do ponto de situação sobre o andamento desta antologia.

Antes de concluir, informo que foi lançada pela Sui Generis, no dia 25 de Janeiro, uma revista literária intitulada SG MAG, em suporte electrónico e com distribuição gratuita. O principal objectivo desta revista é promover, junto de públicos mais alargados, todos os projectos, livros e Autores Sui Generis. A SG MAG é de todos nós... encontra-se ao vosso dispor. Ao contrário do que sucede noutras publicações congéneres, as participações / colaborações de Autores Sui Generis não terão qualquer cobrança monetária. Só serão cobradas páginas de publicidade, se as mesmas forem solicitadas. Desse modo, se desejar colaborar com algum texto... pode ser crónica, opinião, biografia, ficção (conto literário), poesia, excerto de livro, critica literária, etc... sinta-se à vontade. Se tiver livros editados e desejar divulgá-los, a SG MAG dispõe igualmente de espaço para esse efeito. Bastará, para tal, comunicar directamente comigo.

A SG MAG encontra-se disponível na plataforma ISSUU, no endereço indicado no fim deste email. Porém, deixo aqui o link directo para aceder à mesma:

https://issuu.com/sg.mag/docs/sg_mag_01_janeiro_2017

Informo ainda que temos a decorrer outros projectos colectivos: «Crimes Sem Rosto», uma antologia de Contos Policiais cujo prazo para recepção de textos será prorrogado até final de Fevereiro; e «Fúria de Viver», uma antologia que visa reunir textos em Prosa e Poesia, com tema livre, porém, subordinados ao lema Celebrar a Vida, para se possa fazer Um Hino à Vida através da literatura, cuja participação não implica qualquer obrigatoriedade de adquirir a obra finalizada. Deixo o convite para participar (também) nestes projectos literários, ou nalgum deles... no que mais lhe interessar – os respectivos Regulamentos estão disponíveis nos links que encontrará no fim deste email.

Por agora, envio-lhe um grande abraço.

E até breve!

Isidro Sousa
A BÍBLIA DOS PECADORES
Organização e Coordenação

domingo, 22 de janeiro de 2017

Antologia "Antes Quebrar que Torcer"





Antes Quebrar Que Torcer
1809 A invasão do Norte de Portugal
Com a queda da praça de Chaves ante as forças invasoras sob comando do marechal Soult, em 12 de Março de 1809, dá-se início àquela que ficou conhecida como a Segunda Invasão Francesa.
Do dia 12 até ao dia 29, as tropas napoleónicas seguirão o caminho para o Porto, via Braga, deixando um rasto de destruição e morte que culminará no tristemente célebre episódio da Ponte das Barcas.
Os invasores só serão expulsos do Porto a 12 de Maio.
Duzentos anos volvidos, a recordação desses dias terríveis ainda fazem parte das memórias do povo em ditos populares, vocabulário, histórias e monumentos.

"Homem dum só parecer,
D'um só rosto, uma só fé,
D’antes quebrar que torcer,
Ele tudo pode ser,
Mas de corte homem não é. "

Este pequeno excerto reflete bem a alma do homem português que enfrentou os veteranos invicto das guerras da Europa. Uma nação em armas acudiu à chamada e deu a vida para defender os seus bens e o seu país. Não tendo força para enfrentar o invasor cara a cara, transformaram-lhe a vida num inferno com guerrilhas e emboscadas permanentes que o desgastavam. Preferiam morrer a serem vencidos
Foi com base neste mote que nasceu o desafio de escrever histórias diferentes sobre um tema já por demais falado.

Os autores desafiaram-se a si mesmos e fizeram diferentes tipos de abordagens para um mesmo tema.
Cinco autores, dois do Sul e três do Norte, uns, gostam de escrever sobre factos reais, outros nem tanto, que a invenção e o desatino, por vezes colhe vencimento.
Como são todos diferentes, cada história e cada olhar, é diverso e único.

Em baixo, da esquerda para a direita:

Suzete Fraga
Manuel Amaro Mendonça
Jorge Santos
Carlos Arinto
Ana Paula Barbosa



terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Histórias em Postais

A revista digital "Correio do Porto" lançou o seguinte desafio:

"CONVOCAM-SE todos os interessados a participar na I edição de HISTÓRIAS EM POSTAIS do Correio do Porto, que consiste em escrever uma história (microconto/poema/aforismo/legenda) no verso de um postal. O postal pode ser enviado em branco. O mais importante é a história."

Esta iniciativa nasceu da resposta dada pela escritora portuguesa, Alice Vieira, sobre a possibilidade de existir uma literatura postal: Nunca tinha pensado nisso, mas talvez não fosse má ideia… O Gianni Rodari tem um livro com uma série de histórias muito pequenas chamado “Histórias ao Telefone”— por que não “histórias em postais”?

Em resposta a este repto, reuni quatro postais da minha coleção e criei as histórias. Cada um deles não conta propriamente uma história, antes cria uma situação que é complementada com a imaginação do leitor. Ao ler cada um dos pequenos recados nos postais, conseguimos imaginar toda uma vida por trás dos personagens.



Veja cada um dos postais enviados no pequeno video abaixo. Se quiser vê-los em tamanho maior e ler calmamente os textos, utilize a ligação que se encontra no fim deste documento para aceder à página do "Correio do Porto" e vê-los individualmente ou aceder a todas as publicações dessa ótima revista.