terça-feira, 14 de abril de 2020

Heranças - Novo trabalho dos Pentautores


Porque aqueles que amam a escrita nunca estão parados, aqui está mais um novo trabalho dos Pentautores.
Desta vez, Ana Paula Barbosa, Carlos Arinto, Jorge Santos, Manuel Amaro Mendonça e Suzete Fraga, convidaram para reforço desta edição, um outro autor cujos escritos têm despertado o interesse e a admiração de muitos leitores: Fernando Morgado.

Passo a transcrever um excerto das palavras de Fernando Morgado, publicadas no prefácio desta obra:


"Não há presente sem passado e o futuro não acontecerá sem estes dois estádios de vida. Dito isto com a erudição que nem La Palice inventaria, volto à praça da vida para confirmar esta certeza: é a memória que nos liga aos outros e a nós mesmos, é a memória que nos justifica em tantos momentos, é a memória dos sonhos e dos desafios que nos faz continuar."

É realmente este o mote incluído neste novo livro: as heranças que recebemos, dos antepassados, das pessoas com quem convivemos, ou simplesmente da própria vida. Boas ou más, dolorosas ou divertidas, materiais ou genéticas, são essas pequenas peças que fazem de nós a pessoa que somos.

Venha conhecer as heranças dos Pentautores e ver como elas moldaram histórias e personagens.


Grupo Pentautores



1 comentários:

Fernando Morgado disse...

Este livro tem um valor especial para mim. Sem obra publicada que mereça menção, participações em diversas enciclopédias, e muitos trabalhos publicados nas redes sociais, é neste livro que me exponho mais, ainda que com um conto pequeno, e na companhia de cinco autores que admiro, todos eles já com livros publicados.
Aceitei o convite para participar nesta obra, claro, sabendo que me ia juntar a escritores com muita qualidade e que têm merecido a minha leitura, com o prazer que isso me dá.,
Espero que a minha participação não os defraude e comprometo-me comigo a dar à luz outras estórias.
Afinal, o que eu gosto mesmo é de contar estórias.
Na partilha com o Manuel Amaro Mendonça, da Ana Paula Barbosa, do Carlos Arinto, do Jorge Santos e da Suzete Fraga, sinto orgulho neste livro.